domingo, 28 de outubro de 2018

CHAPA CASSADA!!!O QUE PODE ACONTECER SE BOLSONARO FOR CASSADO OU IMPUGNADO?

O
O candidato à Presidência da República pelo PSL, Jair Bolsonaro, pode sofrer uma série de consequências jurídicas por conta do escândalo de caixa 2 divulgado ,segundo o qual empresas financiaram sua campanha na rede social WhatsApp.
 
 
  
Analisando vários especialista em Direito Eleitoral, posso esclarecer que no Brasil de Fato que existem elementos para impugnação da candidatura.
 
  • Existiu uma doação ilegal de pessoas jurídicas para campanha eleitoral. Essa doação pode caracterizar abuso de poder econômico, na medida em que retira a isonomia dos participantes e interfere no resultado das eleições", explica. "Ao que tudo indica, o WhatsApp foi decisivo. Todas as exigências para impugnação são preenchidas se comprovadas
 
Logo após a publicação da reportagem pelo jornal Folha de S.Paulo, Bolsonaro disse se tratar de um “apoio voluntário”. Posteriormente, o candidato do PSL acrescentou que não tem controle sobre ações de seus aliados. Analisando no âmbito eleitoral, o conhecimento do candidato sobre as ilicitudes é indiferente:
  • basta que ele seja “beneficiário” das ações.
 Do ponto de vista temporal, entretanto, vários  juristas não vêm possibilidade de que haja alguma decisão sobre o tema agora por devidos acontecimentos que poderão vir  – porque seria necessário respeitar os prazos para ouvir os argumentos da defesa e para julgar os recursos, por exemplo.
  • Uma liminar que retirasse o candidato do pleito, a uma semana e meia da votação, seria inédita.
 Dada a ausência de precedentes, não há como prever a posição do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em caso de uma liminar.
 
  • Não tem prazo [viável]. Tem que julgar. Não iria dar tempo, do ponto de vista processual. Há um rito, apesar de nessas eleições nós termos tido questões jurídico-processuais diminutas em alguns momentos e alargadas em outros.
Caso as informações sobre o financiamento ilegal se confirmem, a chapa do PSL pode ser contestada judicialmente após as eleições. A cassação está prevista, antes ou depois da posse.
A POSSIBILIDADE DE UMA NOVA ELEIÇÃO
 
A saída mais prudente, embora seria possível interpretações diversas, é de que teria que ter uma nova eleição. Essa coisa de assumir o segundo colocado, eu entendo que seja exclusiva de situações bem específicas.
  • os ministros do TSE ponderam que “não é hora de criar marola” no segundo turno, porém, defendem que a investigação corra na Corte e que “lá na frente, se for o caso, cassa a chapa”.

Posso  acrescentar que só cabe ao segundo colocado ser diplomado como eleito em eleições sem segundo turno, nas quais há necessidade de maioria simples – o que não se aplica ao pleito presidencial.
 
  • Se a campanha de Bolsonaro for considerada culpada, mas a sentença sair após a eleição e ele tiver sido eleito, a Justiça Eleitoral convoca nova eleição.
Em nenhuma hipótese o segundo colocado é chamado a assumir. Por ora, o que há é uma investigação que, como tal, segue os trâmites de qualquer processo:
  • o Ministério Público se manifesta a respeito, convocam-se as defesas dos dois candidatos, apresentam-se provas e o TSE julga.
Não é possível estimar quanto tempo o processo pode levar, mas é improvável que o desfecho seja conhecido ainda em 2018.

No tocante à anulação das eleições, o Código Eleitoral prevê que (art. 224):

Se a nulidade atingir a mais de metade dos votos do país nas eleições presidenciais, do Estado nas eleições federais e estaduais ou do município nas eleições municipais, julgar-se-ão prejudicadas as demais votações e o Tribunal marcará dia para nova eleição dentro do prazo de 20 (vinte) a 40 (quarenta) dias.

sexta-feira, 26 de outubro de 2018

ABSURDO!!! E.U.A TEM VOTOS VIGIADOS E NO BRASIL´PESSOAS ANULAM SEUS VOTOS!

Os esforços de supressão de eleitores estão aumentando em toda a América. É hora de um novo ato de direitos de voto.

Cumprir a promessa de democracia requer que a capacidade dos funcionários do Estado seja exigente quanto a quem pode votar esforços de supressão de eleitores estão aumentando em toda a América.


É hora de um novo ato de direitos de voto.


Cumprir a promessa de democracia requer que a capacidade dos funcionários do Estado seja exigente quanto a quem pode votar.

O governador Rick Scott, republicano da Flórida, e membros de seu gabinete se reúnem
quatro vezes por ano para escolher algumas dezenas de indivíduos (dos 1,7 milhão de habitantes da Flórida que são privados de direitos devido a uma condenação criminal) cujos direitos de voto serão restaurados. Empoleirados em um estrado elevado como príncipes ouvindo de suplicantes, eles gozam de total discrição sobre quem re-emancipar - e com que base.

 
  • Em junho, por exemplo, o diretor financeiro da Flórida, Jimmy Patronis (que, como Scott, é republicano) pediu a um afro-americano que pedisse a restauração de seus direitos de voto com quantas mulheres diferentes ele tinha filhos. (O conselho não emitiu imediatamente uma decisão

 
Esses funcionários posam para fotos e se envolvem em exibições rituais de agnanimidade com as pessoas a quem elas dispensam sua generosidade. Mas eles dão pouca explicação àqueles cujas aplicações rejeitam. "Não há padrão", disse Scott durante uma audiência de 2016. "Nós podemos fazer o que quisermos."

A declaração de Scott resume a visão de muitas pessoas sobre os direitos de voto nos Estados Unidos de hoje, onde a franquia de milhões está sujeita aos caprichos caprichosos de alguns funcionários públicos. Políticos estaduais gozam de ampla discrição para jogar deuses eleitorais, e eles o fazem longe dos holofotes e com pouca responsabilidade.

A discrição dos políticos em mexer com as regras eleitorais intensificou-se enormemente em 2013, quando a Suprema Corte
derrubou a exigência da Lei dos Direitos de Voto de que as jurisdições com histórico de discriminação racial obtêm aprovação federal ao adotar políticas eleitorais.


Os efeitos foram rápidos.
A declaração de Scott resume a visão de muitas pessoas sobre os direitos de voto nos Estados Unidos de hoje, onde a franquia de milhões está sujeita aos caprichos caprichosos de alguns funcionários públicos. Políticos estaduais gozam de ampla discrição para jogar deuses eleitorais, e eles o fazem longe dos holofotes e com pouca responsabilidade.

A discrição dos políticos em mexer com as regras eleitorais intensificou-se enormemente em 2013, quando a Suprema Corte
derrubou
a exigência da Lei dos Direitos de Voto de que as jurisdições com histórico de discriminação racial obtêm aprovação federal ao adotar políticas eleitorais.

Quer parar o escorregão da América em direção ao autoritarismo? Dê a todos os imigrantes o direito de votar

Image: Yesenia Aguilar, Denalli Urdaneta

Os problemas na Geórgia destacam a urgência de se adotar fortes proteções federais para o acesso eleitoral na forma de uma nova Lei dos Direitos de Voto, se não uma emenda constitucional. Ele não protegeria a franquia das revisões do Congresso e das decisões da Suprema Corte, mas poderia reduzir a discrição das autoridades estaduais e locais para restringir de forma rápida e silenciosa o eleitorado ou quem escolher votar.

Reformas para esse efeito podem ser promovidas em nível estadual, embora até mesmo a intervenção federal ausente.

Em primeiro lugar, os estados podem transferir o ônus do registro dos eleitores para o estado, a fim de tornar mais fácil, se não automático, o registro, em vez de permitir que o Estado aproveite todas as oportunidades para derrubar candidatos e registrantes.

Por exemplo, as autoridades públicas já têm muitas informações nos arquivos e têm uma infinidade de pontos de contato com os cidadãos - quando as pessoas acessam serviços sociais, pagam impostos, registram-se para a previdência social e compram serviços de saúde. Em 1993, uma lei federal determinava que as pessoas tivessem a oportunidade de se registrar em muitos desses pontos de contato.
 
  • Mas, podemos ir muito além ao exigir que as autoridades públicas pro ativamente garantam que todas as pessoas elegíveis sejam registradas e usem totalmente as informações que as autoridades públicas já têm nos arquivos - e alguns estados adotaram leis de registro automático de eleitores recentemente .
Como é, os estados muitas vezes não conseguem implementar os processos de registro necessários em agências como serviços de saúde e até mesmo quando as pessoas solicitam carteira de motorista . Além disso, colocar o ônus sobre as pessoas para afirmar seu desejo de ser registradas é muito inadequado quando funcionários públicos fornecem informações incompletas ou confusas sobre quem é elegível e intimidam as pessoas com exigências onerosas que fazem as pessoas pensarem que se registrar para votar pode ter consequências legais terríveis.
 
Moradores de New Hampshire disseram ao The Baffler , eles estavam preocupados com as pesadas punições se não conseguissem passar pelos arcos do estado.
 
  • "Se eu tivesse a chance de algo como [uma multa de US $ 5 mil] acontecer, isso me assustaria", disse um deles. "Eu não acho que muita gente faria isso."
Outro passo para tornar os direitos dos eleitores mais inclusivos poderia ser o fim da privação de direitos de pessoas condenadas por crimes dolosos.

 Marginalizando os eleitores das minorias é o populismo de direita em poucas palavras!

Image: Eleitores na cabeça de Alabama para as eleições para eleição especial do Estado para preencher Jeff Sessions Seat
  • No total, 6 milhões de americanos estão atualmente privados de seus direitos por causa de uma condenação criminal.

 
Egrégiosamente, 34 estados proíbem as pessoas de votar mesmo depois de serem libertadas do encarceramento se estiverem em liberdade vigiada ou condicional;
 
  • quatro estados vão tão longe a ponto de impedi-los permanentemente de votar, mesmo depois de completarem sua sentença. A Flórida é um dos estados mais problemáticos, embora dificilmente o único.
 
De acordo com as estimativas de 2016 do Projeto Sentencing , mais de :-
 
  • 10% da população em idade de votar na Flórida -
  •  21% dos adultos negros - são privados de seus direitos, quatro vezes a média nacional.
Ao tornar-se governador, Scott implementou o processo caso a caso mencionado acima, pelo qual qualquer pessoa que concluir uma condenação criminal deve solicitar seus direitos e esperar aproximadamente 16 anos para uma audiência.

Uma iniciativa de votação de novembro, a
Emenda 4
, automatizaria a restauração de direitos para pessoas que concluírem a maioria das condenações criminais, concedendo a quase 1,5 milhão de pessoas em uma só penada - em comparação com as cerca de 3.000 pessoas cujos direitos Scott restaurou desde 2011.

Outros estados estão querendo ir além e remover completamente o estado do negócio de determinar quem deve perder o direito de votar, eliminando todas as privUma complexa confusão de regras envolve tanto o recenseamento eleitoral como a reinclusão criminal, que permite aos funcionários públicos
serem selectivos sobre quando educar os cidadãos sobre os seus direitos, e quando processar e aprisionar (ou recusar registar) alguns dos indivíduos -
 
  • predominantemente africanos.
  • Americanos - que entendem errado a informação opaca.
 
O acesso à franquia tem enfrentado limites ao longo da história americana;
 
  • Cumprir a promessa de democracia requer que a capacidade dos funcionários do Estado seja exigente e seletiva.ações de direitos civis, como já é o caso em Maine e Vermont.
 
 

PROJETO DE ESQUERDA FERROVIA IN CHINA LATINA E O TRANSPORTE DE GRÃOS !

As alegações de Bolsonaro contra a china deixam Pequim nervoso com o brasil o governo chinês está tentando fazer as pazes com o principal candidato presidencial do brasil, Jair Bolsonaro, cujo ataque à china ameaça esfriar uma lucrativa relação comercial que beneficiou ambos os países.


Ferrovia bioceânica capaz de ligar os oceanos atlântico e pacífico é viável, dizem chineses em audiência pública!Diplomatas chineses baseados em Brasília se encontraram duas vezes com conselheiros .

A construção da Ferrovia Bioceânica, entre Brasil e Peru, tem viabilidade técnica, de acordo com estudo básico elaborado por um grupo chinês e apresentado nesta terça-feira (18), em audiência pública da Comissão de Serviços de Infraestrutura (CI). Mas o projeto pode sofrer embaraços graças à postura do governo peruano, que tomou a decisão política de não investir na obra no momento.

O trecho que ligaria a região Centro-Oeste ao Oceano Atlântico, considerado mais fácil de ser construído, é visto como importante para o escoamento da produção de grãos e minérios. Segundo Bo Qiang, engenheiro responsável pelo estudo de viabilidade técnica da empresa China Railway Eryuan Engineering Group Co. (Creec),
  • que custou US$ 50 milhões, a China pode ajudar a financiar a construção desta etapa.
Mas analisando Jair Messias Bolsonaro nas últimas semanas, de acordo com os participantes das reuniões. Ele foi contra esta cooperação da China colocando em risco cerca 1.500 milhões de empregos!
 
O  objetivo da china  é destacar a cooperação com o maior país da américa latina, cujos grãos e minerais alimentaram a ascensão da china, ao mesmo tempo em que tiraram milhões de brasileiros da pobreza no boom resultante das commodities. Bolsonaro retratou a china, seu maior parceiro comercial, como um predador que busca dominar os principais setores de sua economia.
 
Com a própria economia desacelerando, a china não pode se dar ao luxo de se envolver em outra guerra comercial dispendiosa como a que eclodiu entre Pequim e washington.

O comércio bilateral entre a china e o brasil ficou em U$$ 75 bilhões no ano 2017, segundo estatísticas do governo brasileiro.
 
 
  • A china investiu us U$$ 124 bilhões no brasil desde 2003 a 2017, principalmente nos setores de petróleo, mineração e energia. A china está ansiosa para financiar ferrovias, portos e outros projetos de infra-estrutura aqui para acelerar o movimento de seus grãos brasileiros.

Mas o bolsonaro de extrema direita, bem como o presidente dos eua, donald trump, criticou a china repetidamente na campanha, dizendo que os chineses não deveriam ter permissão para possuir terras brasileiras ou controlar indústrias-chave. Um nacionalista ardente, bolsonaro é esperado para ganhar uma vitória esmagadora na votação neste domingo.
 
  Resumo:-
 
  • “os chineses não estão comprando no brasil. Eles estão investindo no Brasil ”, através de um ´projeto de esquerda do PT da malha viária!
  

MILITANTES DE BOLSONARO TEM O DISTÚRBIO DO PROCESSAMENTO SENSORIAL!

ISTO É UMA DOENÇA NEGLIGENCIADA POR MEDICOS, E SENDO ESTUDADO POR NEUROCIENTISTAS!
 
 

 
As pessoas com distúrbio do processamento sensorial, uma doença que tem, até à data, recebido pouca atenção, apresentam diferenças quantificáveis na estrutura cerebral. O estudo publicado na revista “Neuro Image Clinical”, foi o primeiro a demonstrar as bases biológicas desta doença.
   
Uma das razões pela qual o distúrbio do processamento sensorial tem sido, até à data, negligenciado é pelo facto de este afetar muitas vezes as pessoas estão com autismo ou com transtorno do deficit de atenção com hiperatividade e também pelo facto de ainda não ter sido listado no manual estatístico e de diagnóstico utilizado pelos psiquiatras e psicólogos.
   
O estudo refere que este distúrbio afeta 5 a 16% das pessoas em idade escolar. Estas pessoas apresentam dificuldades em processar os estímulos, o que pode causar vários sintomas incluindo hipersensibilidade ao som, visão e tato, más capacidades motoras finas e fácil distração.
 
Algumas não são capazes de tolerar o som de um vácuo, outras não conseguem segurar um lápis ou têm dificuldades ao nível da interação social. Adicionalmente, um som que um dia é irritante pode no dia seguinte não o ser. A doença pode ser desconcertante para os pais e tem sido fonte de muita controvérsia para os médicos.
  • "A maioria das pessoas não sabe como apoiar essas crianças e jovens , porque eles não se enquadram num grupo clínico tradicional”, revelou, em comunicado de imprensa, a líder do estudo, Elysa Marco.
Neste estudo, os investigadores da Universidade de São Francisco, nos EUA, contaram com a participação de 16 rapazes que sofriam deste distúrbio, mas não tinham sido diagnosticados com autismo, e 24 rapazes saudáveis. Os participantes, que tinham entre oito a 11 anos, foram submetidos a um teste de medição do comportamento sensorial.
Esta pessoas são fáceis de serem alienadas a uma causa a partir do momento em que o seu ódio é desencadeado em cima de um ponto especifico e levam os a confundirem os significados de suas ações.  

DESTA FORMA FICA MAIS FACIL LEVA-LOS
A CONFUNDIR EM NACIONALISMO COM O FASCISMO!
 

 
   ESTES OS MILITANTES DE BOLSONARO, A NEUROCIÊNCIA EXPLICA!
  
Isto que vocês fazem de não ouvirem, se chama transtorno sensorial ou sem autismo!
  
Distúrbio do processamento sensorial: uma doença negligenciada, as pessoas com distúrbio do processamento sensorial, uma doença que tem, até à data, recebido pouca atenção, apresentam diferenças quantificáveis na estrutura cerebral. O estudo publicado na revista “Neuro Image: Clinical” foi o primeiro a demonstrar as bases biológicas desta doença.
 
Através da realização de um tipo avançado de ressonância magnética, foi verificado que os rapazes com distúrbio do processamento sensorial tinham a matéria branca afetada em áreas do cérebro que funcionam como ligação do sistema auditivo, visão e tátil. De acordo com os investigadores, os resultados obtidos indicam que este distúrbio é neuroanatomicamente distinto das doenças do espetro do autismo e do transtorno do deficit de atenção com hiperatividade
  
Os autores do estudo explicam que as alterações observadas na microestrutura da matéria branca afetam o tempo da transmissão sensorial, o que dificulta ou impossibilita o processamento dos estímulos sensoriais e a integração da informação.
 
RESUMO E SUA COLCUSÃO:
 
CONCLUSÃO DOS  INVESTIGDORES NEURCIENTISTAS
  
  • "Estamos apenas no início, pois as pessoas não acreditavam que esta doença existia. Estes resultados mostram que esta é uma doença cerebral e fornece-nos meios para avaliá-la clinicamente”,

 
Saudações ...
Comandante
O-BOPEN A ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DE ESQUERDA

quinta-feira, 25 de outubro de 2018

O MBL E QUEM SÃO OS IRMÃOS KOCH?E STEVE BENNON?

Eles possuem fortunas que, somadas, superam a de Bill Gates, e fazem reuniões com o Tea Party. Agora, seus nomes se misturam aos pedidos de impeachment no Brasil.


 
Uma interessante conexão entre os irmãos Koch,
o Charles Koch Institute, os “Estudantes pela Liberdade” e o “Movimento Brasil Livre”, um dos principais promotores dos protestos contra o governo brasileiro foi apontada por jornalistas brasileiros,  e possível que se estenda a outras entidades, como sugere, por exemplo, o currículo de Fabio Ostermann, cofundador dos “Estudantes pela Liberdade”, diretor do libertarian Instituto Ordem Livre, “mentor intelectual do Movimento Brasil Livre” segundo a revista Veja e com cargos em organizações como o Instituto Liberal e o Instituto Liberdade. Para compreender exatamente o que isso significa, é preciso entender a importância dessa família.
 
                                 MAIORES EXPLICAÇÕES DE JORNALISTAS
Os líderes do Movimento Brasil Livre (MBL) fizeram cursos de organizações liberais dos EUA e cresceram exponencialmente durante as manifestações a favor do Impeachment de Dilma Rousseff (PT), quando receberam apoios de partidos políticos tradicionais, como o PMDB de Michel Temer.
 
  • Depois disso, desenvolveram um modelo de financiamento próprio, baseado na venda de produtos e em doações de pessoas físicas, que não é profundamente conhecido porque o grupo não divulga absolutamente nada sobre suas contas internas.
 Diante destes fatos, o jornalista Rafael Bruza conta como o MBL nasceu a partir das manifestações de 2013 e apresenta as informações disponíveis sobre os mecanismos de financiamento deste grupo.

Os irmãos Charles e David Koch são sócios e possuem, segundo a Forbes, 42,9 bilhões de dólares cada um e estão em sexto e sétimo lugar em sua última lista de bilionários. Há ainda Bill Koch, o caçula, brigado com os irmãos e com um império independente de “apenas” 2,8 bilhões (o número 603 da Forbes), mas também financiador ativo de políticos conservadores e o primogênito Frederick Koch, mais interessado em coleções de arte, teatro e cinema do que nos negócios da família. São todos filhos de Fred Chase Koch (1900-1967), empresário do petróleo, admirador de Benito Mussolini e um dos fundadores em 1958 da ultradireitista John Birch Society, cuja sede foi estabelecida ao lado do túmulo do paranoico senador anticomunista Joseph McCarthy e foi notória pelo combate à lei dos direitos civis promovida pelo presidente Lyndon Johnson nos anos 1960.

É cada vez mais notório o apoio de irmãos Koch a campanhas e institutos conservadores e libertarians por meio de várias organizações por eles financiadas, incluindo Americans for Prosperity e o Cato Institute. Em fevereiro, documentos obtidos pelo Greenpeace através do Freedom of Information Act revelaram que a Charles G. Koch Charitable Foundation, organização para financiar programas de ensino e pesquisa, fez doações para Wei-Hock Soon do Harvard-Smithsonian Center for Astrophysics, um dos raros cientistas a insistir em que a mudança climática é um fenômeno natural, não causada por atividades humanas. Outro tema caro aos Koch é o do armamentismo. Doam milhões à National Rifle Association (NRA) e outros lobbies que combatem restrições à posse e porte de armas nos EUA, que retribuem fazendo campanha a políticos conservadores do agrado dos irmãos.

Os Koch organizam reuniões periódicas com líderes republicanos e comunicadores ligados ao Tea Party, como Glenn Beck e o senador republicano Mitch McConnell. Uma gravação em áudio de uma reunião confidencial deste último com os irmãos, ocorrida em junho de 2014, o senador admitiu que os republicanos precisam dos Koch e eles constituem o verdadeiro poder no partido: “Não sei onde estaríamos sem vocês” e pediu mais recursos para a campanha. “A Suprema Corte permitiu a todos vocês (bilionários) participarem do processo em uma variedade de maneiras diferentes. Você pode doar ao candidato de sua escolha”. Para persuadi-los, explicou como os republicanos frustrariam a agenda de Barack Obama caso conquistassem a maioria do Senado. O partido cumpriu rigorosamente a promessa. Segundo o Washington Post, os Koch agora lideram um esforço de arrecadação entre bilionários que pretende arrecadar um bilhão de dólares para a campanha presidencial republicana em 2016.
 
DOIS ANOS  DEPOIS TIVEMOS O ENVOLVIMENTO DE STEVEN BENNEN  NAS ELEIÇÕES DE 2018 A FAVOR DE BOLSONARO!
 
Cérebro por trás de ascensão de Trump, Bannon quer espalhar marca pelo Brasil e o mundo
Ex-estrategista do americano se reuniu com Eduardo Bolsonaro em agosto, em Nova York e as relações polêmicas do ex-chefe de campanha de Donald Trump, Steve Bannon, com o atual marketing político de Jair Bolsonaro (PSL)

O periódico descreve Bannon como “o sabotador da democracia” que “assumiu um papel de protagonista na eleição presidencial, cada dia mais antagônica, do Brasil“.

O jornalista Tom Phillips, correspondente da
América Latina para o jornal britânico, deu destaque a um vídeo da campanha de Fernando Haddad (PT), que expõe os laços de Bolsonaro com a ditadura do regime militar no Brasil e com Steve Bannon.

Mas no jornal britânico, a estratégia do coordenador de campanha de Trump, que obteve sucesso nos Estados Unidos, e agora atua em parceria na campanha de Bolsonaro, já havia sido polemizada .

  • “‘Steve Bannon é acusado de sabotar os regimes democráticos em todo o mundo. Ele usa notícias falsas para espalhar o medo e a violência para ganhar as eleições’, continua o narrador. ‘Bannon é especialista em espalhar o terror em todo o mundo. Bolsonaro passou os últimos 30 anos fazendo isso no Brasil’
Steve Bannon chegou a mencionar o Brasil como um componente importante nessa rede que pretende criar: “The Movement não é apenas sobre a União Europeia. É realmente global por natureza“, havia dito, acrescentando:
  •  “Eu acompanho o que está acontecendo no Brasil como parte importante dessa onda populista“.
 
 Existem varias reportagens que  também ressaltou a criação, por parte de Bannon, de uma instituição para disseminar o populismo da extrema-direita na Europa e em todo o mundo, chamada de “The Movement“, com sede em Bruxelas.
 
A Esquerda deve se organizar em todo mundo caso contrario os mais pobres do mundo serão todos consumidos pela extrema direita capitalista!

quarta-feira, 24 de outubro de 2018

PORQUE RORAIMA VOTA EM SENHORES FEUDAIS COMO BOLSONARO?

Quando Roraima deixou de ser terras amazonenses e era administrado pelo governo central, que enviava os governadores biônicos, surgiu por aqui os chamados “coronéis de barranco”, os quais tinham poderes supremos, quase divinos. Quando eles se estranhavam entre si, a pendenga era resolvida na bala.
 
Anos se passaram e o coronelato perdeu sua força, mas isto não significou que esta terra deixou de pertencer a coronéis. Vendo que aqui o barranco não produziu forças políticas locais fortes o suficiente e que tudo ainda estava por desbravar, chegaram os novos coronéis, ávidos não só por dinheiro, mas pelo poder.
 
Assim como no tempo do Brasil Colônia, esses neocoronéis aportaram por aqui com apoio de Brasília e das oligarquias nordestinas, que por longo anos reinaram no Governo Federal e ainda mantém fortes acordos que permitem certo poder.
 
Foi assim que os coronéis atuais conquistaram tudo, tomando de conta da política, das terras, dos negócios e até mesmo da vida das pessoas. Chegaram a trazer inclusive usineiros e banqueiros para tentar um mandato em Roraima, mas a força do destino não permitiu que esta terra ficasse refém da pior quadrilha que um Estado poderia ter.
 
Estas são as raízes da família Jucá, que hoje tem o seu líder o senador Romero Jucá (PMDB), que se arvora dono de tudo, fazendo da então esposa uma política que até hoje, já como ex, prospera em suas candidaturas, elegendo-se outra vez prefeita de Boa Vista.
 
  • Aproveitando seu poderio, Jucá e Teresa lançaram cedo seus filhos em cargos públicos importantes e, por último, o senador tentou emplacar o filho, deputado Rodrigo Jucá (PMDB), como vice-governador, com o ousado plano de que Jucazinho assumiria o Governo do Estado, completando assim a tomada completa do poder em Roraima.
  • Desta vez, o povo decidiu que não queria dar esse poder quase divino a Jucá, por isso derrotou o grupo do senador nas urnas. Isso revoltou o coronel, pois feriu de morte seu poder, ousando enfrentá-lo como nunca, uma vez que este senhor era acostumado a “virar a mesa”, fazendo chover dinheiro público e até mesmo saltitar pacotes de garoupas da janela de carro.
 
É por isso que Jucá mostrou sua ira, no Senado, atacando a tudo e a todos. Porque os coronéis não costumam a ser desagradados e confrontados. Eles não admitem que “seres desprezíveis” (como os roraimenses sempre foram tratados pelo coronelato) ousem a enfrentá-los.
 
No passado, os coronéis de barranco resolviam isso na base da bala e da chibata. Agora, com os novos tempos em que o povo tem o poder das redes sociais, não se sabe como os neo coronéis vão reagir. O destempero no Senado é um sinal de que é hora de mandar os coronéis de volta para casa. Antes que eles reinventem outra forma de açoitar o povo e mandar seus capatazes no encalço de seus desafetos.

 
MUITOS DIZEM QUE FALO DE MAIS DOS "ILUMINATIS"


Mas está ai uma das provas que os eleitores de Bolsonaro não conhece a história ,porque se conhecessem, não votariam neste candidato guiado pelo Demônio, xó SATANÁS!

Esta terra não lhe pertence mais, esta terra é de DEUS, e o povo Deus irá vencer esta Batalha não iremos nos entregar tão fácil.

Lutaremos para virar 18 milhões de votos para o escolhido de Deus para governar este Brasil!

O Comandante contará com a fé de cada um de vocês .

Seremos fieis a Esquerda Raiz até as últimas consequências!
 
 
É assim que se prega a palavra contra o Mal ,pois ela "
Cria, ela destrói,ela define seu destino e garante seu futuro".
O poder da palavra hoje é para reconstruir nossa Democracia porque a nossa Esquerda renasceu das cinzas e esta e esplêndida.
Mais forte do que nunca nesta terra de Israel chamada BRASIL.
Que Deus te abençoe, o bem sempre vencerá o mal!





segunda-feira, 22 de outubro de 2018

BOLSONARO NA PRISÃO: CRIME CONTRA SEGURANÇA NACIONAL!!!

Deputado Federal Jorge Solla (entra com pedido de prisão contra Jair Bolsonaro por crime contra a Segurança Nacional!!

O deputado federal Jorge Solla (PT-BA) ingressou nesta segunda-feira (22) com uma representação na Procuradoria Geral da República (PGR) contra o candidato a presidente Jair Bolsonaro (PSL) por crime contra a Segurança Nacional, requerendo sua prisão imediata. Neste domingo (21), Bolsonaro afirmou, em vídeo, que caso eleito iria perseguir os opositores políticos de esquerda. "A faxina agora será muito mais ampla (... ) Ou vão pra fora ou vão pra cadeia. Esses marginais vermelhos serão banidos de nossa pátria", disse.
 
  • "Defender a prisão ou a expulsão do país de opositores políticos está fora do ordenamento jurídico brasileiro, é uma clara manifestação pública que tenta legitimar através do voto, por exposto em campanha eleitoral, ações que confrontam com a Constituição Brasileira e que possuem caráter arbitrário e persecutório só possíveis em regimes ditatoriais", disse o parlamentar, no texto enviado à PGR.
 
O deputado pediu a investigação e punição de Bolsonaro nas linhas dos;
  •  artigos 1º, II e III, 22, I, 26, parágrafo único,
  • 28 e 31, II, todos da Lei nº 7.170/83, que define os crimes contra a segurança nacional, a ordem política e social.
 
Número da manifestação: 20180117363
Chave de Consulta: 93b407b127cb8f5da87c2aaf8186d33a
Data da manifestação: 22/10/2018
 
AMEAÇA TAMBÉM É DENUNCIADA
 
Em outra representação à PGR, Solla também pede investigação de um eleitor de Bolsonaro, Marcos Filho, que em sua conta no Facebook ameaçou de dar uma facada no petista, em comentário numa postagem que parabenizava os médicos pela passagem do seu dia.
 
  • "Vamos dar uma facada na sua barriga e ver ser você se recupera em 1 mês boraaaa? Vamos vai ser legal kkk".
 
"Não é só por mim, é por toda a militância de esquerda, por todas as minorias políticas, por todos os brasileiros que estão sendo intimidados pelos fascistas que agem legitimados no discurso de ódio de Bolsonaro. Eles precisam saber que vamos reagir, que não vamos aceitar calados. Quem comete crime precisa pagar, precisa responder. Não abrimos mão da democracia, e na democracia a resposta ao crime é a lei", disse. O pedido à PGR cita o
 
  • Art. 147 do Código Penal, que trata dos crimes de ameaça.
 
Número da manifestação: 20180116711
Chave de Consulta: eeb03543d235fe075fd807226d084d73
Data da manifestação: 19/10/2018

 
 

quinta-feira, 18 de outubro de 2018

NAZI DENÚNCIA !!! BOLSONARO VARIAS EMPRESAS ESTÃO FAZENDO CAMPANHA IRREGULAR!!!!

Tudo contra o PT via WhatsApp pode comprometer campanha de Jair Bolsonaro (PSL)


A revelação de que empresas estão comprando pacotes de disparos em massa de mensagens contra o PT no WhatsApp, uma prática ilegal, pode ter consequências para a campanha de Jair Bolsonaro (PSL). 

De acordo com juristas especialistas em direito eleitoral , analisando noticias comentadas posso afirmar que neste momento é primordial que a Justiça determine medidas urgentes de investigação do caso, como a quebra de sigilo bancário das empresas, busca de contratos, busca de computadores, entre outras, para que possíveis provas não desapareçam.

A denúncia protocolda junto ao MPF , aponta que cada contrato pode ter chegado a 12 milhões de reais e, entre as empresas compradoras, está a
Havan
. Os contratos são para disparos de centenas de milhões de mensagens. O PT e o PDT podem entrar com ações na Justiça Eleitoral contra a campanha de Bolsonaro. 

A denúncia tem indícios de abuso de poder econômico, fraude e de caixa dois. "Primeiro porque são atos de campanha que são financiados por pessoas jurídicas, o que é recebimento de fonte vedada; isso é uma irregularidade e configura abuso de poder econômico e poder ser a causa de cassação de candidatura.

Se for comprovado o uso de banco de dados da própria campanha, , fica evidente o envolvimento e ciência da campanha de
Jair Bolsonaro
 
  • “Isso me parece afastar a ideia de que a campanha não sabia (dos contratos). Ainda, o ato tem proporções nacionais, o que também torna difícil não falar da ciência da campanha.

ANULAÇÃO DA ELEIÇÃO

Existem, no entanto, algumas situações que autorizam a Justiça Eleitoral a anular uma eleição. De acordo com o

Código Eleitoral,
 
  • art. 222, é anulável a votação quando viciada de falsidade, fraude, coação, interferência do poder econômico, desvio ou abuso do poder de autoridade em desfavor da liberdade do voto, ou emprego de processo de propaganda ou captação de sufrágios vedado por lei.
Quando isso ocorre, todos os votos que foram dados àqueles candidatos são anulados. Esses votos anulados não correspondem àqueles votos nulos, quando o eleitor erra a votação na urna.
São votos válidos que posteriormente são anulados porque houve uma irregularidade na eleição, e aí quando a quantidade de votos anulados chega a mais de 50% é que se faz uma nova eleição!
  •  Esclarece o ministro Henrique Neves.
Além disso, aquele candidato que deu causa à anulação do pleito e à consequente necessidade de realização de nova votação não pode participar dessa nova eleição. O ministro lembra que a Advocacia-Geral da União (AGU) vem cobrando desses candidatos o custo da realização de novos pleitos.
 
“Quando ocorre a anulação de uma eleição, a Justiça Eleitoral e a população têm prejuízo. Por isso os ministros do TSE, devem ter muito cuidado nessas situações de anulação de eleição. Há que existir uma prova muito forte e um fato muito grave para que se chegue à anulação de uma eleição. E aí tem que se iniciar um novo processo eleitoral:
 
  • as eleições são marcadas pelos TREs [tribunais regionais eleitorais] em um curto espaço de tempo, há nova campanha eleitoral, o eleitor tem que pesquisar novamente a vida pregressa dos candidatos para saber dentro daqueles que se lançaram qual tem melhores condições de representá-lo”, observa.
Outra possibilidade de anulação de uma eleição por parte da Justiça Eleitoral é no caso do posterior indeferimento do registro ou cassação do mandato de determinado candidato que foi eleito com mais de 50% dos votos válidos. Um registro de candidatura pode ser negado, por exemplo, por estar o candidato inelegível ou por este não estar quite com a Justiça Eleitoral.
 

A coisa mais importante é o eleitor pesquisar e verificar a vida pregressa do seu candidato. Ele pode escolher se ele vai ler num jornal, se vai ver na televisão, se vai acompanhar o horário eleitoral, buscar na internet, ouvir de um amigo, mas o importante é ele ter informação.

Reflitam ao escolher o candidato a presidência ou mesmo aso Governos e Prefeituras!

terça-feira, 2 de outubro de 2018

ESQUERDA PAULISTA EXPLICA ISTO PARA AS PESSOAS , OS DADOS FORAM EXTRAÍDOS DO TSE!!

PT Luiz Martinho x PSDB João Doria Governos de São Paulo quem ganha esta disputa?

SÃO PAULO NÃO TEM COXINHA PARA ELEGER UM GOVERNADOR A MILITÂNCIA PRECISA TRABALHAR MELHOR AS PESSOAS DE ESQUERDA E DA ESQUERDA!!!!
 
FAZER POLITICAGEM É FÁCIL NÃO É,
ENTÃO VAMOS VER AGORA EXPLICAR.
 
 
Vamos relembrar 2014 !
 
 João Doria, do PSDB, foi eleito como prefeito de São Paulo teoricamente derrotado pelos indecisos em nossa sociedade por falta de ORIENTAÇÃO POLITICA.
O resultado de 100% das urnas apuradas.
Ao final da apuração,
A confusão
O tucano tinha 3.085.187 votos, o que corresponde a 53,29% dos votos válidos ou seja de 5.465.023 votos.
Votos Eleitoral esperados de 8.883.324
_________________________________________________
votos brancos ( 5,29%)  =    469.927
nulos                 (11,35%) = 1.008.257
de abstenções (21,84%) = 1.940.117
_________________________________________________
Total de votos golpistas = 3.418.301
Votos de João Doria      = 3.085.187  x Votos Haddad = 2.379.836 = uma diferença de 705.351 pessoas!
 
 
Apesar do resultado já definido no primeiro turno, a votação também foi marcada pelo alto índice de votos brancos , nulos e de abstenções, que juntos somaram 38,84% do eleitorado de 8.886.324 pessoas aptas a votar.
 
  •  Ou seja quem não votou foram pessoas desorientadas politicamente pela mídia golpista!
Vamos refletir , e parar de culpar as pessoas, devemos culpar a nós mesmos ,nossos políticos e a militância que não souberam fazer as orientações corretas para que as pessoas votassem corretamente.
 
 
Fica uma pergunta porque em 2018 o PT está em Alta, e em 2014,2015 e 2016 estava nas cinzas ,alguém pode me responder?
 
 
Espero que tenham entendido!!!

 

BOLSONARO!!! A CRISE ECONÔMICA AMERICANA CHEGANDO DE DRONE NO MUNDO

A CRISE AMERICANA A GRANDE MARMOTA DE UMA  CRISE IMOBILIÁRIA DE 2008! Com o Golpe Financeiro no Setor imobiliário ,uma vez mais economia...