sexta-feira, 22 de setembro de 2017

BOMBA DA SUSPENSÃO!"SERGIO MORO UM JUIZ NÃO É PARA COMBATER CRIME, É PARA CUMPRIR AS LEIS"

Um depoimento do professor de Direito Constitucional, Bruno Galindo, a atuação de Moro:artigo 319, do Código Penal Brasileiro.
  • “Retardar ou deixar de praticar, indevidamente, ato de ofício, ou praticá-lo contra disposição expressa de lei, para satisfazer interesse próprios ou sentimento pessoal: Pena — detenção, de 3 (três) meses a 1 (um) ano, e multa.”
Isto “ocasionaria seu afastamento por suspeição em qualquer sistema judiciário sério do mundo (…) por muito menos do que Moro fez por aqui, o célebre Juiz Baltasar Garzón foi afastado por 11 anos da magistratura espanhola”. 

Sobre a decisão de condenar o ex-presidente, o professor afirmou que ,essa sentença de Sergio Moro foge das leis penais e criminais, é mais do que previsível, pois quem se posicionou reiteradamente como oponente do réu não teria como decidir diferente, o que é triste, pois vê-se que jogamos às favas no sistema judicial brasileiro a garantia constitucional da imparcialidade do julgador.

Em sua decisão, Moro afirma que há provas de que Lula recebeu propina da empreiteira OAS no caso do triplex em Guarujá, no litoral paulista. Para o juiz, o imóvel foi entregue ao ex-presidente como contrapartida por contratos fraudulentos que a empreiteira fechou com a Petrobras.

Em muita das analises juntos aos juristas, na verdade, Sergio Moro teve atuação política na sentença.

A FALTA DE PROVAS DA MATERIALIDADE!

Por "falta de prova suficiente da materialidade", o juiz absolveu Lula das acusações de corrupção e lavagem de dinheiro envolvendo o armazenamento do acervo presidencial numa transportadora, que teria sido pago pela empresa O.A.S.

Então o processo pode ser indeferido por falta de materialidade de provas, e ainda corroborar para a suspensão de Sergio Moro,

QUANDO UM JUIZ SE TORNA SUSPEITO DENTRO DO PROCESSOS!

Um juiz suspeito compromete não só o processo em que atua, mas coloca em xeque o devido processo legal. A suspeição compromete a imparcialidade do juiz e, sem imparcialidade, é impossível fazer justiça.
  • Art. 256. A suspeição não poderá ser declarada nem reconhecida, quando a parte injuriar o juiz ou de propósito der motivo para criá-la.
Que não é o caso de Sergio Moro , ele mesmo injuriou as leis e a ordem do processos legal!

A suspeição: - Fundamentado, suscetível de se opor à imparcialidade de juiz, representante do ministério público, testemunha, perito etc., em razão de certas circunstâncias ou interesses intercorrentes que possam impedir ou privar qualquer deles da exação no exercício de suas funções.

Impedimento – Ocorre quando o juiz tem interesse no objeto da causa( Causa política) , neste caso interesses políticos partidários. Imaginem que o juiz tem um irmão( Aécio Neves e cúpulas Políticas PMDB), que está sendo processado criminalmente pelo cometimento de um crime novo, do qual não existe muita jurisprudência, e julga o caso da maneira como ele gostaria que julgassem o processo do seu irmão.

JUIZ SERGIO MORO ,PRODUZ PROVAS CONTRA SI MESMO DENTRO PROCESSO PARA SER SUSPENSO!

No caso de Sergio Moro não há necessidade de provar o motivo pelo qual o juiz é considerado suspeito ele próprio produziu prova contra si mesmo dentro do processo.

Considerando verdadeira a alegação de suspeição, todos os atos do processo serão considerados nulos. Caso as alegações sejam rejeitadas, os autos seguirão seu curso normal. A rigor, o processo não será sobrestado, salvo se o juiz reconhecer de plano sua suspeição, ou se tanto acusação quanto defesa concordarem sobre a suspeição.

As regras de impedimento, suspeição e incompatibilidade também poderão ser aplicadas ao Ministério Público (art. 112 e 258), aos serventuários ou funcionários da justiça, aos peritos ou intérpretes (art. 112), e aos jurados (art. 106).

Resumindo legislando em causa própria, para defender suas convicções e os direitos de terceiros!

Aos que se afastam desse caminho traçado pela Constituição o próprio sistema legal reserva uma série de respostas, dentre elas as de caráter sancionador. 
  • Este é, por exemplo, o fundamento da existência do delito de prevaricação, assim descrito em sua modalidade básica pelo artigo 319, do Código Penal Brasileiro:
  • “Retardar ou deixar de praticar, indevidamente, ato de ofício, ou praticá-lo contra disposição expressa de lei, para satisfazer interesse próprios ou sentimento pessoal: Pena — detenção, de 3 (três) meses a 1 (um) ano, e multa.”
Pela redação deste tipo penal fica evidente que no conceito da prevaricação — enquanto comportamento objetivamente descrito pelo texto normativo —está, em tese, incluída a conduta do magistrado Sergio Moro!

Cabe suspensão de qualquer magistrado que faz uso desta pratica!

BOMBA AUDITORIA!!!SERGIO MORO E LAVA A JATO COMEÇAM A SEREM INVESTIGADO COM AUDITORIA DAS DELAÇÕES!!

DR.SERGIO MORO EU SEI QUE TUDO QUE É POSTADO NAS SOCIAIS ACABA CHEGANDO AO SEU CONHECIMENTO!

Deixo um recado para o Sr.


A sua vida Magistral estou perseguindo a 8 meses, fiz varias matérias e postagens contra suas atitudes e não contra a lava jato: -
  • "O juiz deve aplicar o direito ao caso concreto, sendo-lhe vedado substituir o legislador, pois a figura do judge made law é incompatível com o sistema brasileiro da tripartição de poderes (RT 604/43). 
  • "O juiz deve aplicar a lei e não revogá-la a pretexto de atingir um ideal subjetivo de justiça (RTJ 103/1262)."(Cf. CPC, 6ª ed. RT, pág. 476).
  • jurídicas parciais ,que toma partido a favor ou contra uma pessoa, uma facção etc., sem que se importe com a justiça ou a verdade; injusto, partidário.
  • criando suas próprias leis
  • cometendo crime contra a soberania nacional resumindo 
  • lesou a Pátria em todos os sentidos!
A sua queda magistral vou comparar a uma gangrena judiciária, entenda porque?

Causas da Morte Magistral

A gangrena pode acontecer por falhas no abastecimento de sangue em certas regiões do corpo ( JUDICIÁRIO), fazendo com que as células,(POLÍTICOS) não consigam sobreviver e o tecido( ADVOGADOS) morra, e/ou por uma infecção bacteriana ( DOLEIROS).

Tipos gangrena

Há dois tipos principais de gangrena, a seca (PARTIDOS) e a úmida,( SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL). Elas se diferem da seguinte maneira:

A gangrena seca (PARTIDOS),é caracterizada pela pele seca e enrugada onde há a gangrena, além da alteração de cor ( MUDANÇAS DE PARTIDOS),ela pode se desenvolver de forma lenta e ocorre mais comumente em pessoas com doenças ligadas aos vasos sanguíneos,( CONTAS NO EXTERIOR).

A gangrena úmida ( SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL),se refere ao tecido com gangrena onde há infecção bacteriana,( DOLEIROS).Ela causa Inchaço, bolhas e aparência "molhada" ( MALAS DE DINHEIROS) são comuns em casos de gangrena úmida (SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL).

Ela se desenvolve, normalmente, depois de queimaduras severas, (DELAÇÕES), congelamentos,(MENTIRAS), ou ferimentos.

Também ocorre frequentemente quando pessoas ( EMPRESAS LARANJAS),com diabetes têm feridas nos pés ou dedos. A gangrena úmida deve ser tratada imediatamente, pois se espalha pelo corpo ( JUDICIÁRIO),rapidamente e pode ser fatal!

Então o seu destino magistral começou um calvário que não irá acabar tao cedo,porque morrerás magistralmente aos poucos.

Tem muito material contra o seu trabalho!

Lhe desejo boa sorte ,porque terá que pedir pra sair!

DAS INVESTIGAÇÕES CONTRA A LAVA JATO E SERGIO MORO!

As  investigações em larga escala, como o caso da 'Lava Jato' ,devem incluir também a auditoria das delações  ,vejamos:-
  • para verificação dos fatos, 
  • evitar adulteração de evidencias, 
  • determinar possíveis ar Arranjos políticos entre delator e investigadores. 
Eu ja postei varios comentarios indicando que a 'Lava Jato' opera sem auditoria judicial  e que Sergio Moro acumula tres funcoes:- 
  • determina as investigações para os Promotores, 
  • faz o julgamento das evidencias apresentadas,
  • condena pro convicções e sem provas
Isso normalmente e' realizado por três pessoas diferentes em outros países ,exatamente, para evitar conflitos de interesses e manipulações .
Do contrario, Sergio Moro assume o papel de :-
  • 'InquIsitor Geral da Republica' ... 
Uma coisa que não existe na hierarquia institucional brasileira. Sergio Moro e' um juiz ainda de 1ª Estancia ,e não tem suficiente 'idoneidade judicial' para esse tipo de autoridade extra-judicial ,claramente, uma missão politica que busca resolver um problema eleitoral através do Judiciário! 

Dessa forma, fabricam um caso que já teria causado : -
  • a prisão do Juiz Moro por fraude,
  •  abuso de autoridade
  • desperdício dos recursos públicos com agendas politicas de interesses privados. 
  • Lavagem de dinheiro da corrupção por intermédios de escritórios de advogacia via honorários e multas milionárias.
  • Sergio Moro sabe que todo dinheiro alto dos políticos é da corrupção!
Houve um caso semelhante nos EUA, na Pennsylvania , onde a Promotora Geral do estado operava exatamente como Sergio Moro , foi presa e condenada ,mas ninguém fala nisso no Brasil. 
  • "Na aplicação da lei, o juiz atenderá aos fins sociais a que ela se dirige, e às exigências do bem comum".
Já aconteceram outros casos desse tipo  e ninguém fez nada com estes juízes!

Esta na hora da população tomar uma decisão e cobrar o SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL E O SUPREMO TRIBUNAL DE JUSTIÇA!


Acesse o link e se manifeste ao STJ!

http://www.stj.jus.br/sites/STJ/default/pt_BR/Contato-e-ajuda/Fale-conosco/Ouvidoria

quinta-feira, 21 de setembro de 2017

BOMBA DA SECA!!!!! LULA MATOU A SEDE DE 18 MILHÕES NO NORDESTE E AGORA MICHEL TEMER VAI DEIXAR MORREREM DE SEDE !

Ele acabará com programa de cisternas que salvou 5 milhões de pessoas da seca!

Depois de acabar com a Farmácia Popular e com o Bolsa Atleta, Michel Temer desfere agora ataque contra a população do semiárido nordestino. 

Na proposta de Orçamento para 2018, Temer reduziu em 92% os investimentos no Programa de Cisternas, reconhecido pela ONU com uma das políticas públicas mais adequadas para regiões em processo de desertificação. 


Segundo levantamento de assessores parlamentares da oposição, divulgado pelo jornal Diário do Nordeste, o orçamento executado em 2017 é de apenas 37% (R$ 91,8 mi) do valor orçado, que foi de R$ 248,8 milhões. Os R$ 157 mi restantes estão contingenciados.

A previsão orçamentária proposta pelo governo federal para 2018 para a implementação de tecnologias de captação de água da chuva para consumo humano e produção de alimentos é de R$ 20 mi. Na Proposta de Lei Orçamentária Anual (PLOA) enviada ao Congresso, o valor proposto é destinado à construção de apenas 5.453 cisternas em todo o território nacional. Somente no Semiárido, há uma demanda de 350 mil famílias por cisterna para armazenar água para matar a sede e cozinhar alimentos. Isso representa mais de 1,5 mi de pessoas sem água potável disponível perto de casa.

Criado em 2003 no primeiro governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o Program de Cisternas é reconhecido mundialmente. 
  • No último dia 22 agosto, o programa ocupou o segundo lugar no Prêmio Internacional de Política para o Futuro 2017, da organização alemã World Future Council em parceria com a Convenção das Nações Unidas de Combate à Desertificação. 

O Programa Cisternas já possibilitou que cinco milhões de pessoas da região mais árida do Brasil tenham, ao lado de casa, água potável para consumo humano. 

NA ERA LULA TODO O PROJETO DAS CISTERNAS E DA TRANPOSIÇÃO DO RIO SÃO FRANCISCO O PRESENTE DE SEU MANDATO COMO PRESIDENTE SALVOU MILHÕES DE PESSOAS DA SECA!


Mais de 1.200 municípios estavam em estado emergência pela estiagem e  foram beneficiados pelo projeto do PT ,LULA E DILMA. "A seca prolongada acabou , e com a chegada da água , muitos plantéis foram revigorados, sobretudo, o de bovinos, evitando um maior impactos na produção de leite e sobre o nordeste.

Segundo os dados, a região contabilizou um aumento 1,3 milhão de bovinos a mais ano passado houve um aumento de 4,5% em comparação a 2011. Em Pernambuco, teve um aumento do rebanho chegou a 24% do total. Na Paraíba houve um aumento de 28%de bovinos a mais ano passado !

Objetivo de ações feitas na região é a convivência com o semiárido Especialistas e líderes de entidades ouvidos , foram unânimes em afirmar que mesmo com a estiagem a água do projeto do PT ,Lula e Dilma foi a responsável direta pelo  aumento dos rebanho –que, ao  longo dos anos, vinha apresentando queda na região com a falta de água !

O projeto de transposição do Rio São Francisco para o Nordeste brasileiro foi uma solução adotada pelo Governo Federal do PT ,Lula e Dilma, para minimizar a ausência da água nessa região. Esse acontecimento tende a contribuir para a diminuição da escassez de água no interior nordestino, que vem sofrendo as consequências desse fato ao longo da história (BRASIL, 2017).

Por diversas ocasiões, cogitou-se a ideia de transpor as águas da bacia do São Francisco para o Nordeste. Os problemas relacionados à seca na região, ocorrem desde outrora. Todas as tentativas de transpor o rio foram frustradas devido ao apoio não conquistado pelos idealizadores ou a não aprovação pelos órgãos federais, seja por ausência de recursos financeiros ou por argumentos insuficientes para justificar a estrutura do projeto. 
Apenas nos primeiros anos da primeira década do século XXI, o projeto foi aprovado e, então, posto em prática e agora entregue o sertão virou mar .

A transposição do Rio São Francisco é o maior projeto de infraestrutura em desenvolvimento no Brasil, além de ser um dos maiores, em andamento, no mundo, são mais 477 km de extensão. O projeto tem por objetivo beneficiar diversas cidades do interior da região Nordeste que sofrem com a estiagem, praticamente, o ano todo. A obra beneficiará mais de 12 milhões de habitantes que residem nos estados de Pernambuco, Ceará, Paraíba e Rio Grande Norte.

Por mais que falem nunca existiu um governo como o de PT,Lula e Dilma a favor da população mais carente!

Reflitam!






quarta-feira, 20 de setembro de 2017

BOMBA DURAN!!!! - TUDO CONFIRMADO DENUNCIA CONTRA SERGIO MORO!!! MAIS FALSIFICAÇÃO ,IGUAL AO CASO DO FBI!

Tacla Duran é advogado espanhol e foi doleiro da Odebrecht, ele fez pagamentos à esposa de Moro!
Houve falsificação de documentos nos processos contra Lula, os analistas confirmaram em denúncia de Tacla Duran contra Moro !
O TRIO DESESPERANÇA DO PSDB!

O livro-bomba sobre a Lava Jato, prometido pelo doleiro espanhol Tacla Duran, começa a dar frutos.
Tacla é o doleiro cuja declaração de renda comprovou pagamentos a Rosângela Moro, ao primeiro amigo Carlos Zucolotto e a Leonardo Santos Lima.

Alguns capítulos do livro ficaram por alguns dias no site de Tacla. No livro, ele diz que a delação da Odebrecht teve vários pontos de manipulação, com a montagem de documentos, provavelmente por pressão dos procuradores, atrás de qualquer tipo de prova contra Lula.

O juiz Sérgio Moro facultou apenas aos procuradores da Lava Jato o acesso ao banco de dados especial da Odebrecht. Aparentemente, os procuradores entram lá e pinçam apenas o que interessam?

Analistas foram atrás das dicas levantadas por Taclan Duram e quase todas se confirmaram.

Mais que isso: 
Há indícios de que alguns dos documentos foram montados.

Dr. Sérgio Moro o Sr. agora, se coloca em situação complicada. Como pretende julgar o processo sem facultar o banco de dados da Odebrecht à defesa, para se identificar os documentos falsificados e os verdadeiros.

A situação vai piorar, eu avisei!

COMPROVAÇÃO DE PAGAMENTOS DINHEIRO DA CORRUPÇÃO A ROSÂNGELA WOLF MORO!

Tacla é o doleiro cuja declaração de renda comprovou pagamentos a Rosângela Moro, ao primeiro amigo Carlos Zucolotto e a Leonardo Santos Lima.

Alguns capítulos do livro ficaram por alguns dias no site de Tacla. Os comprovantes estarão disponíveis .

  • Evidência 1 – extrato da Innovation tem somas erradas.
  • Evidência 3 – os extratos originais do banco apresentam números negativos com sinal -, ao contrário do extrato montado, em que eles aparecem em vermelho.
  • Evidência 4 – a formatação das datas de lançamento é totalmente diferente de outros documentos do banco, que seguem o padrão americano: Mês/Dia/Ano.
  • Evidência 5 – a formatação nas datas de lançamento é idêntica ao da planilha PAULISTINHA, preparada por Maria Lúcia Tavares, a responsável pelos lançamentos no Departamento de Operações Estruturadas da Odebrecht.
  • Evidência 6 – nos anexos da delação de Leandra A. Azevedo consta ordem de pagamento. 
No processo está com á data de 28 de setembro de 2012, de US$ 1.000.000,00 da conta da Innovation para a Waterford Management Gourp Inc. 
  • Mas no extrato bancário supostamente montado, a transferência consta como saída de 27 de setembro de 2012, ou seja, antes da ordem de pagamento.
Agora, se coloca o juiz Sérgio Moro em situação complicada. Como pretende julgar o processos , para se identificar os documentos falsificados e os verdadeiros.

Dr. Sergio Moro e quanto ao esquema de corrupção envolve ainda ações das APAE's, de R$ 450 Milhões, no Tribunal de Justiça do Paraná, todas comandadas por um sobrinho de Flávio Arns, Marlos Arns, e a esposa do juiz Moro fez parte do Jurídico dessas APAEs?

Rosângela Wolf Moro , sabia do montante desviado e nada fez , como o Sr. também no caso da prefeitura de Miranga os R$ 500 milhões onde fora testemunha a favor do politico ladrão,e seu depoimento ajudou na autorização de um Habeas Corpus,então porque não abriu denuncia ao ministério publico.

Tudo está vindo a tona igual ao efeito domino!


terça-feira, 19 de setembro de 2017

BOMBA LARANJA!!! SERGIO MORO ENVOLVIDO COM DESVIO DE 500 MILHÕES NA PREFEITURA DO PARANA!

No processo encontramos os nomes de o doleiro Alberto Youssef,Gilmar Mendes e Alvaro Dias !

                            ALBERTO YOUSSEF, “O LARANJA DE MORO”

Corrupção tucana em Maringá, Paraná, contou com a participação do juiz Sérgio Moro como testemunhas a favor do politico corrupto. O caso é escandaloso a ponto de ter o assassinato do ex-secretário da Fazenda que operou o desvio de R$ milhões da prefeitura local e a citação do banqueiro Daniel Dantas, operador do esquema barra-pesada da privataria tucana.

O juiz Sérgio Moro é um dos maiores “especialistas” do país na área de lavagem de dinheiro, mas não foi capaz de prender os corruptos nas prefeituras do Parana , dos governos do PSDB e ainda foi testemunha a favor de um politico de desviou os 500  milhões do município! 
Quando trabalhou no escritório do doutor Irivaldo Joaquim de Souza, o maior tributarista de Maringá. Doutor Irivaldo foi advogado de Jairo Gianoto entre 1997 a 2000, ex-prefeito de Maringá pelo PSDB, condenado por gestão fraudulenta.
  • No mesmo período em que o ex-prefeito estava praticando fraudes e lesando a cidade de Maringa, Sergio Moro trabalhava para Irivaldo Joaquim de Souza o tributarista a cargo de fazer o balanço das contas de Jairo Gianoto.

video

O Tribunal de Justiça do Paraná condenou o ex-prefeito de Maringá em 2010 a devolver cerca de R$500 milhões aos cofres públicos. Segundo informação da Promotoria de Justiça de Defesa do Patrimônio Público de Maringá foram condenados por improbidade administrativa o ex-prefeito Jairo Morais Gianoto, o ex-secretário da Fazenda Luiz Antônio Paolicchi, e dois ex-servidores municipais: 
  • Jorge Aparecido Sossai, então contador, 
  • Rosimeire Castelhano Barbosa, ex-tesoureira, entre outros réus.
Segundo o Ministério Publico Federal ,as decisões se referem a duas ações que tratam de desvios de dinheiro do município de Maringá constatados entre 1997 e 2000, num total de R$49.135.218,35 na época do ingresso da ação. O valor atual é atualizado.

De acordo com a sentença o ex-prefeito e o ex-secretário da Fazenda “enriqueceram-se ilicitamente através de atos de improbidade administrativa, tendo colaboração dos réus:
  •  Jorge e Rosimeire” e o dinheiro público “foi utilizado para aquisição de bens, depósitos em contas bancárias, em benefício a Jairo, Paolicchi ou terceiros”. 
Além de Jairo, Paolicchi, Sossai e Rosimeire, foram condenados nos autos nº 449/2000 a mulher de Gianoto, Neuza Aparecida Duarte Gianoto, o ex-deputado federal José Rodrigues Borba, e os réus Sérgio de Souza Campos, Celso de Souza Campos, Eliane Cristina Carreira, Izaias da Silva Leme, Silvana Aparecida de Souza Campos, Valdenice Ferreira de Souza Leme, Valmir Ferreira Leme, Waldemir Ronaldo Correa, Paulo Cesar Stinghen, Moacir Antônio Dalmolin, a empresa Flórida Importação e Comércio de Veículos Ltda. e o doleiro Alberto Youssef.

A Policia Federal prendeu o ex-prefeito Jairo Gianoto em 2006, por desvio de dinheiro público, formação de quadrilha, e sonegação fiscal, já o advogado tributarista Irivaldo Joaquim de Souza foi preso, e só conseguiu o Habeas Corpus: como? 
  • depois que o Juiz Federal Sérgio Fernando Moro, ter testemunhado ao seu favor.
O DOLEIRO ALBERTO YOUSSEF, “O LARANJA DE MORO”

Entre os investigados “um dos nomes sob investigação, o ex-secretário da Fazenda de Maringá, Luiz Antônio Paolicchi, apontado como pivô do esquema de corrupção”, afirmou, em depoimento à Justiça, que as campanhas de políticos do Paraná, como o governador Jaime Lerner (DEM) e o senador Álvaro Dias (PSDB), foram beneficiadas com dinheiro desviado dos cofres públicos, 
  • em operações que teriam sido comandadas pelo ex-prefeito Gianoto através do doleiro Youssef
O ENVOLVIMENTO DE ÁLVARO DIAS

A campanha em questão foi a de 1998. “A pessoa que coordenava o comitê de Lerner em Maringá era o senhor João Carvalho (Pinto, atual chefe do Núcleo Regional da Secretaria Estadual de Agricultura)
  • Afirmou Paolicchi, que sempre vinha ao meu gabinete e pegava recursos, em dinheiro”, que não revelou quanto teria destinado à campanha do governador -o qual não saberia diretamente do esquema, segundo ele.
Quanto a Alvaro Dias, o ex-secretário disse que Gianoto determinou o pagamento, “com recursos da Prefeitura”, 
  • do fretamento de um jatinho do doleiro Alberto Youssef, que teria sido usado pelo senador durante a campanha.
“O prefeito Gianoto chamou o Alberto Youssef e pediu para deixar um avião à disposição do senador. E depois, quando acabou a campanha, eu até levei um susto quando veio a conta para pagar. […] Eu me lembro que paguei, pelo táxi aéreo, duzentos e tantos mil reais na época”, afirmou.

O DESTINO DO DESVIO DO 500 MILHÕES!
O advogado Irivaldo Joaquim de Souza, mestre em assuntos tributários no Estado do Paraná, e “mentor” de Moro, continua a advogar para Prefeitura de Maringá em especial para a Família Barros.
  • Sílvio de Barros 1º contraiu a dívida e Sílvio de Barros 2º “pagou”
A Prefeitura de Maringá saiu vencedora no processo de cobrança de dívidas contraídas pelo município junto à Caixa Econômica Federal entre 1970 e 1980 na gestão de Sílvio de Barros 1º. Em 2011, o prefeito Sílvio de Barros 2º, anunciou a decisão final da Justiça que deixa a dívida alegada de R$380 milhões para cerca de R$68 milhões.

Acompanhado do advogado Irivaldo Joaquim de Souza na época, que defendeu o município no processo, o prefeito Sílvio de Barros na época explicou que a decisão restaura o poder financeiro do município. 
  • As contas da Prefeitura ficam saneadas e com poder de contrair empréstimos para grandes projetos”, disse.
O ENVOLVIMENTO DE GILMAR MENDES NO PROCESSO!

A decisão que favoreceu o advogado e a família Barros, foi dada pelo ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), rejeitando o último recurso apresentado pela CEF e pela União, leva a dívida alegada de aproximadamente R$380 milhões para cerca de R$68 milhões, valor que representa 10% da receita anual do município.

Família Barros base de sustentação do governo do PSDB

Os irmãos Sílvio e Ricardo Barros são do PP, partido de sustentação do governo de Beto Richa. Ricardo Barros é secretário de Indústria e Comércio do Estado Paraná, chegando a representar, Richa em alguns eventos.

Nas eleições dquele ano em 2016, Ricardo Barros conseguiu emplacar sua esposa Cida Borghetti, como vice de Beto Richa, em detrimento de Flávio Arns, atual vice.

De acordo com as investigações jornalisticas , Sílvio e Ricardo Barros têm cadeiras cativas no governo Beto Richa, e Cida Borguetti, ambos do PSDB.

A ameaça de processo judicial é mais uma comprovação de mediocridade substituindo os argumentos. Revela-se à altura da baixaria de Sergio Moro e seus amos e asseclas. Sujeito tosco, de baixíssima estatura moral.

BOMBA DODGE!!!!! RAQUEL DODGE NOMEADA POR CRIMINOSOS E AGORA NOMEIA PRIMO DE SENADOR AÉCIO NEVES INVESTIGADO, NOMEIA SÓCIO DE GILMAR MENDES PARA A CÚPULA DO MPF!

Os investigadores não querem trabalhar com Dodge. Enxergam a indicação dela com grande desconfiança – uma tentativa do presidente Michel Temer e do ministro Gilmar Mendes de sufocar, por dentro, a Lava Jato.
  • Qual o seu intuito com estas nomeações ?
  • O que esperar destas decisões da promotora?
  • Será que ela está armando para cima dos políticos e juízes?
Vejamos suas atuações no Ministério Público Federal.

Raquel Dodge teve atuações quase que temáticas no órgão. Em sua maioria, processos envolvendo a defesa dos direitos humanos, principalmente casos sobre trabalhadores em situação análoga à escravidão e violações aos direitos indígenas.
  1. Dodge integrou a operação que investigou o esquadrão da morte comandado pelo ex-coronel e ex-deputado federal Hildebrando Pascoal, na década de 1990, no Acre.
  2. Em 2009, convidada pelo então procurador-geral Roberto Gurgel, coordenou a força-tarefa da Operação Caixa de Pandora, da Polícia Federal, responsável por investigar um esquema de corrupção que tinha, entre seus integrantes, o então governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda.
  3. Foi coordenadora da Câmara Criminal do MPF, membro da 6ª Câmara, Procuradora Federal dos Direitos do Cidadão Adjunta. 
  4. Atuou na equipe que redigiu o 1.º Plano Nacional para Erradicação do Trabalho Escravo no Brasil, e na 1.ª e 2.ª Comissão para adaptar o Código Penal Brasileiro ao Estatuto de Roma.
  5. Integrou a 3ª Câmara de Coordenação e Revisão, que trata de assuntos relacionados ao Consumidor e à Ordem Econômica. 
  6. Foi membro do Conselho Superior do Ministério Público por três biênios consecutivos


SEGUNDO RAQUEL DODGE, O MINISTÉRIO PÚBLICO DEVE ZELAR PELA DIGNIDADE DE CADA PESSOA.

Será que Nova PGR, Raquel Dodge está tirando onda com a cara do povo brasileiro?
  • O Brasil passa por um momento de depuração – afirmou a nova procuradora-geral, lembrando que é necessário ter harmonia entre as instituições.

A nova procuradora-geral da República, Raquel Dodge, tomou posse , ao lado de três investigados. 

  • Um deles, Michel Temer, denunciado por corrupção, obstrução judicial e comando de organização criminosa – o quadrilhão do PMDB. 

  • Outros, os presidentes da Câmara e do Senado, Rodrigo Maia (DEM-RJ)

  • Eunício Oliveira (PMDB-CE), acusados de receber propinas da Odebrecht. Eunício era chamado de "Índio" e Maia de "Botafogo" nas planilhas da empreiteira.

  • Ninguém pode estar acima ou abaixo da lei – disse Dodge, em seu discurso.
    • Na fala, ela reproduziu uma frase que tem sido repetida com frequência pela presidente deposta Dilma Rousseff, citando como exemplo o fato de ela e o ex-presidente Lula terem sido colocados "abaixo da lei".

    Dilma, por exemplo, não pôde nomear Lula como seu ministro da Casa Civil. Meses depois, o Supremo Tribunal Federal autorizou que Michel Temer nomeasse Moreira Franco, numa situação idêntica.


    SUAS NOMEAÇÕES E DESCONFIANÇAS, OU SERÁ MAIS UMA JOGADA JURÍDICA?

    A nova procuradora-geral da República, Raquel Dodge, já nomeou em seu primeiro dia na função o procurador Paulo Gustavo Gonet Branco para a Secretaria da Função Constitucional. 
    • Paulo Gustavo Gonet é um dos dois sócios do ministro Gilmar Mendes no Instituto Brasiliense de Direito Público (IDP), escola de graduação e pós-graduação em Direito sediada em Brasília. 
    Com Gilmar Mendes, Paulo Gustavo Gonet Branco escreveu o livro “Curso de Direito Constitucional”. Como um dos 20 procuradores nomeados por Dodge, ele terá a função de dirigir o Ministério Público Federal.
    • Raquel Dodge garantiu que “levou em conta para as escolhas aspectos como a especialização jurídica, o conhecimento dos problemas do país, experiência profissional e a participação feminina”.

    Que país é este onde uma procuradora sabendo de todos estes requisitos criminosos de Michel Temer e Rodrigo Maia aceita ser nomeada por bandidos declarados pelo próprio Ministério Publico!

    Que moral podemos esperar desta Mulher?

    Correção de rumos,as dúvidas que pairam sobre a nova gestão!

    segunda-feira, 18 de setembro de 2017

    BOMBA DOS MINISTÉRIOS!!!! O PT NÃO QUERIA LEVAR A CULPA NOS ESQUEMAS DA ORGANIZAÇÃO DO PMDB DA CÂMARA AGORA EXPLODE!

    A nova denúncia contra o presidente Michel Temer e seus principais aliados que integrariam a chamada organização criminosa do PMDB da Câmara .De acordo com as investigações, a atuação do grupo envolvia facilitações ou direcionamento de contratos, recebimento de comissões por intermediários e posterior repasse para integrantes do núcleo político. 
    • PSDB, do PP ,do DEM e do PMDB
    • Empresas evolvidas - Odebrecht e Bertin
    • Michel Temer
    • Henrique Alves
    • Nestor Cerveró
    • Eduardo Cunha
    • Lúcio Funaro 
    • Adindo Chinaglia
    • Moreira Franco
    • Geddel Vieira Lima

    O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, cruzou datas de reuniões relatadas por delatores da Odebrecht com as de pagamentos supostamente feitos pela empreiteira em benefício de Michel Temer e de peemedebistas, traçando assim a rota da propina do PMDB.

    TUDO COMEÇOU EM 2001 ANTES DA POSSE DE LULA!
    Um projeto de destruição do Brasil para culpar a Esquerda e o PT , onde fica as desculpas neste momento?
    Confira o que diz a Procuradoria Geral da República sobre as ações dos peemedebista na Petrobras, Furnas, Caixa Econômica, Ministério da Integração Nacional e Câmara dos Deputados.


    RODRIGO JANOT E O MINISTÉRIO PÚBLICO ,PORQUE QUERIAM CULPAR O PT E LULA COMO A ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA , SE AGORA SE CHEGA AO PMDB COMO A MAIOR CÚPULA ?

    Será que PGR e Janot estavam tirando onda com a cara do povo brasileiro?
    A mídia se aproveitou e destilou o ódio e os políticos aproveitaram a carona para tentarem acabar com a esquerda brasileira e o PT !
    Chegou o momento de tudo ser reparado na política do Brasil!

    PETROBRAS
    A Procuradoria Geral da República afirmou ao Supremo Tribunal Federal que a Petrobras foi loteada entre integrantes do núcleo político da organização criminosa como contrapartida ao apoio conferido pelos parlamentares do PSDB, do PP ,do DEM e do PMDB à base do governo federal.
    A repartição política das diretorias da Petrobras se revelou mais evidente em relação à Diretoria de Abastecimento, à Diretoria de Serviços e à Diretoria Internacional, envolvendo sobretudo o PP, o PSDB e o PMDB, da seguinte forma:
    Segundo a PGR, o objetivo era conseguir US$ 700 mil mensais em propina para seu grupo. A denúncia afirma que como Nestor Cerveró não conseguiria arrecadar a propina neste montante e frequência, foi retirado do cargo, a pedido do “PMDB da Câmara”, mais precisamente de Eduardo Cunha, que comandava a bancada do Partido em MG.


    A DUPLA DINÂMICA E OS ESQUEMAS DA ORGANIZAÇÃO DO PMDB 
    DA CÂMARA!


    Janot cita que a Petrobras se tornou uma das principais fontes de recursos ilícitos que aportaram na organização criminosa objeto dos autos devido ao tamanho da empresa, ao seu apetite orçamentário e de investimento. 

    • Entre 2007 e 2010, por meio do Programa de Acelera- ção do Crescimento (PAC), 
    • a União investiu R$ 54,8 bilhões no país. 
    • No mesmo período, as empresas estatais federais investiram R$ 142,930 bilhões, dos quais a Petrobras respondeu por R$ 135,387 bilhões. 
    • Isso significa que todo o Governo Federal (orçamento fiscal, seguridade social e estatais) investiu R$ 197.730 bilhões, sendo que o Grupo Petrobras foi responsável por 68,47% de tudo o que foi investido no país entre aquele ano.
    FURNAS
    A Procuradoria afirma que a atuação da organização criminosa em Furnas começou em 2007, com indicações do ex-deputado Eduardo Cunha em negociação com o presidente Michel Temer e Henrique Alves. Os investigadores dizem que a propina era cobrada de todas as empresas que tinham contratos de serviço e também daquelas consorciadas da Companhia, sendo que havia repasses disfarçados em doações eleitorais.
    A denúncia cita que Lúcio Funaro disse, em depoimento à Procuradoria-Geral da República, que “tem conhecimento especificamente sobre a propina paga em razão da obra no Rio Madeira […] os valores foram recebidos por EDUARDO CUNHA e, posteriormente, foi repartido com Henrique Eduardo Alves, Adindo Chinaglia e para Michel Temer […] quem comentou esse fato foi o próprio Cunha”

    HENRIQUE ALVES FAZIA INDICAÇÕES NA INTEGRAÇÃO NACIONAL DO 
    PDMB E PSDB!

    O Ministério foi ocupado Geddel Vieira Lima no governo Lula, enquanto Henrique Alves fazia indicações. A Procuradoria diz que na época órgãos de controle apontaram irregularidade de mais de R$ 300 milhões.
    A cobrança de propina no órgão era feita por interposta pessoa, que, em nome de HENRIQUE EDUARDO ALVES, cobrava das empresas que tinham negócios com DNOCS um percentual em torno de 3% do contrato a título de propina. O mesmo percentual era cobrado em benefício de GEDDEL VIEIRA LIMA, na época em que era Ministro da Integração Nacional e responsável pelas verbas orçamentárias que viabilizavam a atuação do DNOCS.

    CAIXA ECONÔMICA FEDERAL
    A denúncia afirma que a Caixa era um dos órgãos mais cobiçados na negociação entre os integrantes do núcleo político da organização criminosa, em razão especialmente dos recursos do FIFGTS”, que são administrados pela empresa. O esquema de pagamento de propina teria durado de 2008 a 2015, beneficiando Temer, Moreira, Geddel, Cunha e Henrique Alves, além de envolver empresas como Odebrecht e Bertin.

    Rodrigo Janot chega a citar disputas internas do PMDB da Câmara. Havia concorrência entre os próprios membros do núcleo político da organização criminosa do “PMDB da Câmara dos Deputados” e que, no caso, apesar da relação mais próxima entre MICHEL TEMER e MOREIRA FRANCO, a indicação do cargo foi atribuída a EDUARDO CUNHA em razão do seu excelente desempenho como arrecadador de propina, o que beneficiava não apenas a ele mas também o próprio MICHEL TEMER, que recebeu inúmeras vezes parte das vantagens ilícitas obtidas por EDUARDO CUNHA. Esse comportamento é bem típico de organização criminosa, na qual há sempre concorrência dos seus membros para tentar elevar o seu status, se tornando cada vez mais relevante para o grupo criminoso organizado.
    AVIAÇÃO

    Com a ida de Moreira Franco, o grupo, diz a Procuradoria, teria desenvolvido ações criminosas na Secretaria de Aviação Civil, como uma série de fraudes em leilões de concessões de aeroportos. Em um dos casos apontados por Janot, a Odebrecht perdeu a primeira rodada da concessão dos aeroportos, em 2012, de Guarulhos, Viracopos e Brasília.
    AGRICULTURA

    A denúncia afirma que Joesley Batista pagou propina aos políticos do PMDB em troca de decisões favoráveis aos negócios da JBS tomadas pelo Ministério da Agricultura, cujos ministros eram peemedebistas. As movimentações teriam chegado a R$ 7 milhões – sendo que em alguns casos o pagamento foi feito por meio de transferência de propriedade de bens, como aconteceu com o helicóptero Augusta, prefixo PRFMB, que foi dado para Lúcio Funaro como pagamento de propina212. A Procuradoria afirma que Temer conseguiu a nomeação de Wagner Rossi como ministro da Agricultura em abril de 2010. Ele permaneceu no posto até agosto de 2011.

    CÂMARA

    A PGR afirma que o PMDB transformou a Câmara num balcão de negócios para aprovação de projetos de lei e medidas provisórias. A denúncia cita que, em 2015, com Eduardo Cunha então presidente da Câmara, ele solicitou R$ 15 milhões a Joesley Batista “para garantir que o setor de aves mantivesse a sua alíquota na nova proposta legislativa do Executivo sobre as desonerações. A propina foi paga em espécie a Eduardo Cunha, que cobrou adicional de R$ 5 milhões, de acordo com as investigações.

    A denúncia também faz referências a outros atos do grupo, como o pedido de Michel Temer para que Joesley Batista pagasse R$ 300 mil em despesas de marketing político pela internet.


    RESUMO:


    Acredito que agora acabou o tempo de Michel Temer!
    Está muito claro o desespero de Lula em eleger Dilma, ele sabia que a bomba iria estourar mais dia ,menos dia e não queria levar a culpa!
    • Odebrecht pagou propinas ao PMDB após reunião com Temer sobre contrato bilionário ,a presidente Dilma cancelou meses mais tarde, gerando a revolta de Michel Temer e Eduardo Cunha.
    Agora estamos vendo tudo as claras em todo o mundo, cabe a nós trabalharmos as informações e ajudarmos a corrigir este erro que a mídia provocou!

    Onde estão os nomes de políticos do PT?

    Tudo indica realmente que minhas analises estavam certas desde o começo de minhas matérias e postagens, será mais uma das machetes que a mídia vai tentar imputar o PT nestas denuncias!

    BOMBA DA SUSPENSÃO!"SERGIO MORO UM JUIZ NÃO É PARA COMBATER CRIME, É PARA CUMPRIR AS LEIS"

    Um depoimento do professor de Direito Constitucional, Bruno Galindo, a atuação de Moro: artigo 319, do Código Penal Brasileiro. “Retard...